MAPA DO SITE BUSCA
 
 
 
Estudos críticos e artigos
 
Sistema de busca com base em banco de dados. Clique aqui.

À Margem da Luta em “Os Sertões”. Correio Braziliense, Brasília, 6 abr. 1973. Caderno Cultural.

ABREU, Modesto de. Estilo e Personalidade de Euclides da Cunha. Estilística d’ “Os Sertões”. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1963.(Vera Cruz. Literatura Brasileira, 52).

ALBUQUERQUE, Amaury de Sá e. Glossário Referente ao Campo Se­mântico de Geografia em “Os Sertões”, de Euclides da Cunha.Idioma, Rio de Janeiro, [set. 1987].

ALL RIGHT [Aderson Magalhães]. História e Interpretação de “Os Ser­tões”. Correio da Manhã , Rio de Janeiro, 20 nov. 1960. 1 cad. Crítica à obra do mesmo título, de Olímpio de Souza  Andrade.

ABCs recolhidos por Euclides da Cunha. In: CALASANS, José. Ca­nudos na Literatura de Cordel. São Paulo, Ática, 1984.

ALMEIDA, Guilherme de. A Poesia cl’ “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do   Rio Pardo. 28-3 1 mar. ; 2-4 abr. 1957.

ALVES, Henrique Losinskas. Franklin Távora e “Os Sertões”. O Povo, Fortaleza, 22 e 23jan. 1966. Suplemento em homenagem ao 38o  aniversário de O Povo e ao 1 centenário de nascimento de Euclides da Cunha.

______ Juvenal Galeno e “Os Sertões”. A Gazeta, São Paulo, 14 nov.  1958. Página Literária.

______ Nina Rodrigues e “Os Sertões”. A Gazeta, São Paulo, 14 mar.1958

______ Teodoro Sampaio e “Os Sertões”. A Gazeta, São Paulo, 1 ago.1959. Página Literária.

AMADO, Genolino. De Canudos a Nova-York. In: ____ Os Inocen­tes do Leblon; crônicas do Rio. Porto Alegre, Globo,1946.

ANDRADE, Maria Aparecida F. de. Impressões de “Os Sertões”. O  Euclidiano, São José do Rio Pardo, 1958.

ANDRADE, Olímpio de Souza. Autores e Livros Antes de “Os Ser­tões”.Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 23 jan. 1966. Su­plemento Dominical, 3 cad.

______Cronologia de Euclides. Correio da Manhã, Rio de Janeiro,15 jan. 1966. 2 cad.


______ Euclides e “Os Sertões” — 1; o livro iniciado e a ponte que caiu. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 9 ago. 1959. 1 cad.

______ Euclides e “Os Sertões” — II; São José do Rio Pardo. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 11 ago. 1959. 1 cad.

______ Euclides e “Os Sertões” — III; um plano ambicioso a exigir muita leitura. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 12 ago. 1959.1 cad.

______ Euclides e “Os Sertões” — IV; o barraco no vale com legenda de Shakespeare. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 13 ago. 1959. 1 cad.

______ Euclides e “Os Sertões” — V; histórias e lendas sobre conver­sas que varavam noites. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 14ago. 1959. 1 cad.

______ Euclides e “Os Sertões” — VI; debaixo da ponte nas provas de resistência. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 16 ago. 1959.1 cad. e 2 cad.

______ Euclides sem “Os Sertões” e os Outros Livros. Revista do Ins­tituto Histórico e Geográfico Brasileiro, abr./jun. 1966. Rio de Janeiro, 1967.

______ História e Interpretação de “Os Sertões”. São Paulo, Edart,1960. 329 p. (Visão do Brasil, 2).

_____ _____ 3. ed. rev. e aum. São Paulo, Edart, 1966. 382 p. (Visão do Brasil, 2).

______ Instantâneo Intelectual. In: CUNHA, Euclydes da. Obra Com­pleta Rio de Janeiro, J. Aguilar, 1966.  Publicado pela 1A  vez como introdução à sua obra História e Interpretação de “Os Sertões”.

______ “Os Sertões” Entre Dois Vales. Revista do Livro, Rio de Janei­ro, jul./dez. 1961.

______“Os Sertões” Numa Frase de Nabuco. Letras e Artes, Rio de Janeiro,  24 dez. 1950. Suplemento de A Manhã.

______ Os Sertões, Poema Perene. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1984. Suplemento Euclidiano — VII.

ANGELO, Odette J. Respingando... Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1980. Suplemento Euclidiano — III.

ARARIPE JUNIOR. Critica Sobre Os Sertões (fragmento). Revista do Gremio Euclides da Cunha, Rio de Janeiro, 15 ago. 1917.

______Intensidade e Grandeza de “Os Sertões” (trecho de estudo). Autores e Livros, Rio de Janeiro,  23 ago. 1942. Suplemento Literário de A Manhã. Reproduz parcialmente o ar­tigo publicado no Jornal do Commercio de 18 de março de 1903.

______Os Sertões (Campanha de Canudos) por Euclides da Cunha. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 6,18 mar. 1903.

 ______ IN:_____ Obra Crítica... Rio de Janeiro, Casa de Rui Bar­bosa, 1966. v. 4. (Coleção de Textos de Língua Portu­guesa Moderna, 3).

  ______ In: JUIZOS Criticos: Os Sertões (Campanha de Canudos) por Euclides da Cunha (2. ed. corr. — 1903). Rio de Janeiro, Laemmert, 1904

ASPECTOS Inéditos de Euclides da Cunha. Os Sertões à Luz da Bio­critica de Carlos Chiacchio. O Globo, Rio de Janeiro, 22 jul. 1940.  Ed. 9 horas, 11 horas e Ed. final. Crítica à obra Eucly­des da Cunha — aspectos singulares.

AZEVEDO, Aroldo de. “Os Sertões” e a Geografia. Boletim Paulis­ta de Geografia, São Paulo, jul. 1950.

AZEVEDO, Francisco. Vamos Ler e Reler “Os Sertões”. A Tribuna,  Santos, 20 jan. 1966.

______ O Lusíadas e “Os Sertões”; as grandes epopéias da língua por­tuguêsa. Estado de Minas, Belo Horizonte, 23 jan. 1966. Suplemento Dominical.

BACON, Henry.O conflito secular. Jornal O Estado de Minas. Belo Horizonte, 23 de janeiro de 1966.

______“Os Lusíadas” e “Os Sertões”: as grandes epopéias da língua portuguêsa. Jornal O Estado de Minas. Belo Horizonte, 23 de janeiro de 1966.

BARBOSA, João Alexandre. A Palavra e o Fato. In: _____ Opus 60; ensaios de crítica. São Paulo, Duas Cidades, 1980.  Crí­tica à História e Interpretação de “Os Sertões”, de Olímpio de Souza Andrade.

BARBOSA, Rolmes. História e Interpretação de “Os Sertões”. O Esta­do de S. Paulo, São Paulo, 19 nov. 1960. Suplemento Literário. Crítica à obra do mesmo título, de Olímpio de Souza Andrade.

BARRACA Onde Euclides Escreveu ‘Os Sertões” Agora é Monumen­to. Gazeta do Rio pardo, São José do Rio Pardo, 15 e 16 de fev. de 1958.

BARRETO, Plínio. Euclides da Cunha: “Canudos”; Francisco Venancio Filho:  “Euclides da Cunha e Seus Amigos”. O Estado de São Paulo, São Paulo, 11 mar. 1939. Livros Novos.

______. Euclides da Cunha: “Los Sertones”... O Estado de 5. Paulo,São Paulo, 12 nov. 1938. Livros Novos.

BARROS, Alerano de. “Os Sertões”, de Euclides da Cunha. Gazeta  do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 17 jan. 1954.

BARROS, Francisca de. Alguns aspectos da linguagem de Euclides da Cunha. Coimbra, Universidade de Coimbra, Coimbra editora, 1949.

BARROS, Murilo Teixeira. A Maior Vitória na Campanha de Canu­dos. Tapejara, Ponta Grossa, set. 1952.

BARROSO,Gustavo.Vida e História da Palavra Sertão. O Cruzeiro, Rio de Janeiro, 12 jul. 1952.

BELO, José Maria. Euclides da Cunha “Os Sertões”. In: — Inteli­gência do Brasil. 2. ed. São Paulo, Cia. Ed. Nacional, 1935. (Biblioteca Pedagógica Brasileira, Serie 5: Brasiliana, 41).

______ Relendo “Os Sertões”. In: _____ Estudos Criticos. Rio de Ja­neiro, J. Ribeiro dos Santos, 1917.

BRANDÃO, Adelino. À Margem de “Os Sertões”. Gazeta do Rio Par­do, São José do Rio Pardo, 3-6 out. 1954.

BRANDÃO, Adelino.Achegas Para um Estudo do Vocabulário Regional de “Os Ser­tões”. Folha da Noite, São Paulo, 20 dez. 1957. 3 cad.

______Euclides da Cunha Escreveu, em “Os Sertões”, que o Sertane­jo é Acima de Tudo um Forte. Por que o Grande Brasileiro Che­gou a essa Conclusão? [por] Antonio Adelino. Gazeta do Rio Par­do, São José do Rio Pardo, 18-25 fev. 1955.

______Euclides da Cunha, “Os Sertões” e o Folclore. Careta, Rio de Janeiro, 5 jun. 1954.

______ O Folclore em “Os Sertões”. Revista Brasiliense, São Paulo, jul / ago. 1960.

______ O Folclore em “Os Sertões”; a superstição da morte a faca en­tre os sertanejos de Canudos. Diário de Notícias, Rio de Janei­ro, 18 jan. 1959. Letras e Artes.

______Que é Mais Importante em Os Sertões, o que Ali se Contém em Conhecimentos de Geografia ou de História?. Diário de Ara­çatuba, Araçatuba, 8 mar. 1956; 10 mar. 1956.

______ A Sociologia de “Os Sertões”. Jundiaí, Tip. Jundiá, 1974. Palestras realizadas na Casa de Euclides da Cunha, em São José do Rio Pardo, durante os Ciclos de Estudos das Semanas Euclideanas 1973-1974.

BROCA, Brito. História e Interpretação de “Os Sertões”. A Gazeta, São Pau­lo, 21 ago. 1961. Último artigo de Brito Broca; crítica à obra do mesmo título, de Olimpio de Souza Andrade.

BUENO, Raquel  Aparecida.— A Difusão de “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1985. Suplemento Euclidiano.

______. A Influência Determinista e Darwinista em “Os Sertões”. Ga­zeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1986. Suplemento Euclidiano.

BULCÃO, Valencio.O Lançamento de “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 1 nov. 1956.

BULHÕES, Tomás. O Natal de “Os Sertões” [poesia]. Tapejara, Ponta Grossa,  jun. 1952.

COSTA, Nelson. A “Biografia” de um Grande Livro. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 25 nov. 1960. 2 cad., Vida Cultural. Crítica à obra História e Interpretação de “Os Sertões”, de Olímpio de Souza Andrade.

CALASANS, José. Algumas Fontes de “Os Sertões”. Salvador, [s.n.], 1972. Separata da Revista de Cultura da Bahia, jul./dez. 1971.

______ No tempo de Antonio Conselheiro; figuras e fatos da Campanha de Canudos. Salvador, Universidade da Bahia, 1959. ( Publicações, 10, n.2).

______As Mulheres de “Os Sertões”. Diário de Notícias, Salvador,  6 mar. 1960. 7 cad.

CÂMARA, Jaime Adour da. Os Sertões. Jornal de Letras. Rio de Ja­neiro, jun. 1954.

CÂNDIDO, Antônio. O Cinquentenário de “Os Sertões”: Euclides da Cunha, sociólogo. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Par­do, 7, 12 nov. 1958.

CAPASSO, C. Los Sertones. In: DICCIONARIO Literario de Obras y Personajes de Todos los Tiempos y de Todos los Países. Bar­celona, Montaner y Simón, 1959. v. 9.

CASTRO, Silvio. Euclides da Cunha e Almeida Garret: “Os Sertões”como novas “Viagens na Minha Terra”. Milano, Cisalpino-La Go­liardica, 1982. Separata de Rassegna Iberistica n. 14,
ottobre 1982.

CAZARRÉ, Lourenço. O Reencontro com o Autor de Os Sertões. Jor­nal de Brasília, Brasília, 14 ago. 1982. Cultura.

CHACON, Vamireh. O Continente Euclidiano. Correio Braziliense, Brasília, 11 jan. 1984. 1 cad. Crítica à obra Toponomia indigenista nos “Sertões” de Euclides da Cunha, de Daury daSilveira Santos.

CHAMILETE, José. “Os Sertões”, Hoje. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 13 ago. 1982.

CHAVES, Flavio Loureiro. “Os Sertões”: da crise à tragédia. In: CE­SAR, Guilhermino; SCHULER, Donaldo; CHAVES, Flávio Lou­reiro. Euclides da Cunha., Porto Alegre, UFRGS, Fac. de Filo­sofia, 1966.

CINQUENTENÁRIO de “Os Sertões”. Diário Popular, São Pau­lo, 27 nov. 1952. Inclui reprodução do artigo de Leopol­do Freitas sobre Os Sertões, publicado neste jornal em 16 dez. 1902 e entrevista concedida por Gama Rodrigues.

CINQUENTENÁRIO de “Os Sertões”. Jornal de Letras, Rio de Ja­neiro, jun. 1952.

CINQUENTENÁRIO do Aparecimento de “Os Sertões”: as comemo­rações em São Paulo, oferta de velhos manuscritos de Euclides da Cunha, que se encontravam em poder da família Nogueira Garcez. Correio Popular, Campinas, 30 nov. 1952.  Ar­tes e Letras.

COELHO NETTO. Os Sertões. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 1, 2 jan. 1903.

_____ ____ In: JUIZOS Criticos: Os Sertões (Campanha de Canudos) por Euclydes da Cunha (2. ed. corr. — 1903). Rio de Janeiro, Laemmert & Cia., 1904.

CORREA, Nereu. Dois Livros Marcos: “Os Sertões” e “Casa Grande e Senzala”. Correio do Povo, Porto Alegre, 22 mar. 1980. Ca­derno de Sábado.

______ Paralelo Entre “Os Sertões” e “Casa Grande e Senzala”. Cul­tura, São Paulo,  8 jan. 1984. Suplemento de O Estado de 5. Paulo.

______ A Tapeçaria Linguística de “Os Sertões”. O Estado de 5. Pau­lo, São Paulo, 23 jun. 1974.; 30 jun. 1974. ; jul. 1974.  Suplemento Literário.

_____ ____ In: ____ A Tapeçaria Linguística d”’Os Sertões” e Ou­tros Estudos. São Paulo, Quiron; Brasília, INL, 1978.  (Lo­gos. Teoria Crítica e Histórica, 11).

CORREA, Sergio. O Sentido da Epopéia; sua continuidade na época atual; a epopéia brasileira de Euclides da Cunha (“Os Sertões”). Filosofia, Ciências e Letras, São Paulo, 1948.

COSTA, Canrobert Pereira da. Cinquentenário de “Os Sertões”. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 29 nov. 1952. Conferência.

COUTINHO, Afrânio. “Para Os Sertões Euclides da Cunha Canalizou Toda a Tradi­ção em Favor da Valorização do Nacional na Literatura.” Gaze­ta cio Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1983. Suplemento Literário.

______Os Sertões, Obra de Ficção. Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 12 out. 1952. Suplemento Literário.

______Os Sertões: a bravura imortal do anti-herói. Livro, Rio deJaneiro, 16 dez. 1972. Suplemento Mensal do Jornal do Brasil.

______Os Sertões, obra de ficção. In: Euclides, Capistrano e Araripe. Rio de Janeiro, Ministério da Educação e Cultura, 1959.

CURIOSIDADES Cearenses Ligadas a “Os Sertões”. O Povo, Fortale­za, 22 e 23 jan. 1966.

DAMANTE, Helio. Canudos e a Questão Social, O Estado de 5. Pau­lo, São Paulo, 9 dez. 1979. Suplemento Cultural.

DANTAS, Audálio. Euclides da Cunha Teria Usado Uma Equipe Para Escrever “Os  Sertões”. Folha da Noite, São Paulo, 28 ago. 1956.1 cad.

______ Revisão à Vista em Todas as Biografias de Euclides da Cunha: uma grande mentira histórica sobre o autor de ‘Os Sertões’  Folha da Manhã, São Paulo, 26 ago. 1956. Atualidades e Co­mentários.

DANTAS, Paulo. Elevação do Folclore em “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1980. Suplemento Euclidiano.

______Um Plágio da “Campanha de Canudos”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 20 abr. 1954.

______ Os Sertões de Euclides e Outros Sertões. São Paulo, Conselho Estadual de Cultura, Comissão de Literatura, 1969. (Co­leção Ensaio).

______ A Verdade Sobre Os Sertões. A Gazeta, São Paulo, 6 jun. 1958.

______ A Verdade sobre “Os Sertões”. Revista Brasiliense, São Pau­lo, jul./ago. 1958.

______ Veredas do Sertão: dois marcos literários. A Gazeta, São Pau­lo, 13 set. 1957.

______ Viagem Definitiva a Canudos. Revista Brasiliense, São Paulo, jan./fev. 1959.

DIAS, Angela Maria. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, II dez. 1985. Caderno B Especial, Livro. Crítica à obra Os Sertões, edição crítica de Walnice Nogueira Galvão.

DIEGUES JÚNIOR, Manuel. Meio Social de “Os Sertões”. Diário de  Notícias, Rio de Janeiro, 20 jan. 1966. Suplemento Literário, Ed. dedicada a Euclides da Cunha.

OS DIREITOS Autorais d’ “Os Sertões”. Correio Paulistano, São Paulo, 14 ago. 1940.

ESTENSSORO, Hugo. Euclides e Sarmiento. Publicado no Estado de São Paulo. São Paulo, 22 de janeiro de 1966.

EUCLIDES da Cunha e Os Sertões. Boletim Cultural das Bibliotecas Itinerantes, Lisboa,  maio 1981.

EUCLIDES da Cunha, Repórter de Canudos. Sua passagem pelo Exército. Comentarista político. O correspondente da campanha de Canudos — Vida incerta e luta pela subsistência. Jornal do Comercio, Rio de Janeiro, 15 ago. 1961. 1 cad.

FERREIRA, Tito Lívio. Através de “Os Sertões” e À Margem da His­tória. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São Pau­lo, São Paulo,  1956.

______Os Sertões Através de Notas Marginais e À Margem da Histó­ria”. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 21 ago. 1955.

FERREIRA, Valdir. “Os Sertões” e a Literatura Brasileira Moderna. Gazeta do Rio
Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1980. Suplemento Eucli­diano — III.

FONSECA, Roberto Piragibe. Os Ouropéis d’ “Os Sertões” (à mar­gem de um artigo de igual titulo do sr. Candido Jucá Filho). Cor­reio da Manhã, Rio de Janeiro, 24 dez. 1937. Suplemento.

AS FONTES d’Os Sertões [por Francisco Venancio Filho]. Revista  do Gremio Euclides da Cunha, Rio de Janeiro, 15 ago. 1932.

FRANÇA, Acácio. “Facundo” e “Os Sertões” ou Sarmiento e Eucli­des. Euclides, Rio de Janeiro, 1 fev. 1941. De uma conferência — Sarmiento — realizada no Instituto Brasileiro de  Cultura, a 17-9-1939.

FREIRE, Dorian  Jorge. À Margem de “ Os Sertões”. Revista Brasileira, São Paulo, 24, jul-ago.1959.

FREITAS, Leopoldo. Os Sertões.  Diário Popular, SãoPaulo, dez. 1902.

______IN: JUÍZOS Críticos: Os Sertões ( Campanha de Canudos) por Euclides da Cunha. Rio de Janeiro, Laemmert & Cia., 1904.

______ Os Sertões. Correio da Manhã, Rio de  Janeiro, mar., 1939.

FREITAS, Newton. Euclides da Cunha, o sucesso de “ Os Sertões” em Buenos Aires.A União, João Pessoa, jul., 1938.

FREIRE, Gilberto. Canudos e o Estadualismo Republicano. Diário de Pernambuco, Recife, mar., 1959.

______Introdução. IN: CUNHA, Euclides da. Canudos. Rio de Janeiro, José Olympio, 1939.

______ Teodoro Sampaio, Colaborador de Os Sertões. In: ____ Pes­soas, Coisas e Animais. 1a  Série. Ensaios, conferências e arti­gos reunidos e apresentados por Edson Nery da Fonseca. 2. ed. Porto Alegre, Rio de Janeiro, Globo, 1981.

FURLANI, Geraldo Majella. Aspectos dos Sertões de Canudos: fotografias comentadas. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Par­do, 9 ago. 1988. Suplemento Euclidiano — XI.

______ Aspectos Ecológicos em “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo,São José do Rio Pardo, 9 ago. 1981. Suplemento Euclidiano —IV.

______ O Fenômeno da Seca no Texto Euclidiano. Gazeta do Rio Par­do, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1980. Suplemento Euclidiano— III.

______ Geografia Médica e Nosografia. em “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1983. Suplemento Eu­clidiano — VI.

______ O Homem e a Luta: traços geográficos. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 8 ago. 1982. Suplemento Euclidiano —V.

______ “Os Sertões” na Visão de Darcy Ribeiro. Gazeta do Rio Par­do, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1986. Suplemento Euclidiano—IX. Crítica à obra Aos Trancos e Barrancos Como o Brasil Deu no que Deu, de Darcy Ribeiro.

______Um Sonho de  Geólogo. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1989. Suplemento Euclidiano — XLI.

FURTADO, Celso. "Canudos não se rendeu. Teve que ser destruída". Jornal do Brasil, 16 de junho de 2004.

GALOTTI, Oswaldo. Canudos por Dentro: cabecilhas de Antonio Conselheiro (con­forme Os Sertões e alguns pesquisadores...). Gazeta do Rio Par­do, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1988. Suplemento Euclidiano — Xl.

______ Euclides, 1952 (Cinqucntenário de “Os Sertões”). São José do Rio Pardo, Tip. da Gazeta de Notícias, 1953.

______ “Os Sertões” (resumo do livro). Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 8,10-12,15,28,29,31 dez. 1957; 1,3 jan. 1958.

GALVÃO, Walnice Nogueira. Correspondente de Guerra. Jornalivro, São Paulo,  nov. 1972. Número dedicado a E.C.

_____ _____ In: _____ Saco de Gatos: ensaios críticos. São Paulo, Duas Cidades, 1976.

 ______ De Sertões e Jagunços ; coincidência entre dois textos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 18 jun. 1972. Suplemento Lite­rário.

______De Sertões e Jagunços; confronto: “causas” ou “porque”. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 25 jun. 1972. Suplemento Li­ terário.

 ______ De Sertões e Jagunços. In: _____ Saco de Gatos; ensaios críticos. São Paulo, Duas Cidades, 1976.

______  De Volta a “Os Sertões”. Cultura, São Paulo, 24 maio 1981. Suplemento de O Estado de S. Paulo.

______In: BOLSANELLO, Aurelio (Org.). Síntese da Nossa Liteatura: vade-mécum das literaturas brasileira e portuguesa. Curitiba, Ed. Educacional Brasileira, 1982. v. 4.

______ A História das Edições. Diário Oficial do Estado de São Pau­lo, São Paulo, 18 dez. 1982. Caderno Especial. Consti­tui parte da edição crítica de Os Sertões, editado em 1985.

______Os Sertões, edição crítica. São Paulo, Brasiliense, 1985.

GALVÃO FILHO, Olinto. Os Sertões e o Folklore. Bando, Natal, mar,/abr. 1954.

GASTALDI, Santiago. Fundamentos Biológicos em “Os Sertões”. Tapejara, Ponta Grossa,  dez. 1950.

GICOVATE, Moisés. Atualidade e Permanência de “Os Sertões”. Revista Paulista de Medicina, São Paulo, v. 97, abr./jun. 1981. Suplemento Cul­tural, n. 8.

______ Euclides da Cunha e o Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo — “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio  Pardo, 8 ago. 1982. Suplemento Euclidiano — V.

GIL,  Anne Maria. Os Sertões e Deus e o Diabo na Terra do Sol. Gaze­ta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1986. Suplemento Euclidiano — IX.

GOMES, Eugênio. À Margem de “Os Sertões”. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 25 jul. 1953. 1 cad.

GOMES,  Eugênio. Vocabulário de Euclides da Cunha. À margem de “Os Sertões”. In: Visões e Revisões. Rio de Janeiro, Instituto Nacional do Livro, 1958.

GONÇALVES, Antenor  A  A Poesia no Os Sertões. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 22 maio 1956.

______ Os Sertões na Poesia II. Gazeta do Rio Pardo. São José do Rio Pardo, 2 jun. 1956.

GUIMARAES, Moreira. In: JUIZOS Criticos: Os Sertões (Campanha de Canudos) por Euclydes da Cunha (2. ed. com. — 1903). Rio de Janeiro, Laemmert & Cia., 1904.

GUSMÃO, Clovis de. Origem e Glória d’Os Sertões. Dom Casmur­ro, Rio de Janeiro, 16 nov. 1940.

HENRIQUE, Paulo. A Vida de Euclides da Cunha e a Genialidade de“Os Sertões”. Pensamento e Arte, São Paulo,  25 out. 1953. Suplemento do Correio Paulistano.

HIPOLITO, Adriano, sac. Aspectos Religiosos d’Os Sertões. A Tarde, Salvador, 26 fev. 1966.

JORGE, Norman Kerr. A Geografia em “Os Sertões”, Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 4-5 mar. 1955.

JUCÁ FILHO, Candido. Ainda Sobre “Os Sertões”. Dom Casmurro, Rio de Janeiro, 20 jan. 1938.

______Os Ouropéis d’Os Sertões. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 28 nov. 1937. Suplemento Dominical.

______ Os Sertões e o Sertanejo.Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 21 nov. 1937. Suplemento Dominical. Traça um paralelo en­tre as descrições do sertanejo feitas por José de Alencar e E.C.

JUIZOS Criticos: Os Sertões (Campanha de Canudos) por Euclides da Cunha. (2. ed. corr. — 1903). Rio de Janeiro, Laemmert, 1904.

JUSTUS, Lauro. “Os Sertões” e a Medicina. Tapejara, Ponta Gros­sa, dez. 1950.

_____ Ainda “Os Sertões”. A Noite, Rio deJaneiro, 10 fev. 1943. Le­tras e Artes.

KOPKE, Carlos Burlamaqui. “Os Sertões” e a Sua Fundamentação Estilística. In: CONGRESSO NACIONAL DE FILOSOFIA, 3, São Paulo, 1959. Anais, São Paulo, Instituto Brasileiro de Filosofia, 1959.

KUJAWSKI, Gilberto de Meio. A Guerra do Fim do Mundo. Cultu­ra, São Paulo, 14 fev. 1982. Suplemento de O Esta­do de 5. Paulo. Paralelo entre Os Sertões, de E.C., e A Guerra do Fim do Mundo, de Vargas Llosa.

LACERDA FILHO, Nobre de. “Os Sertões” e a Flora da Bahia. Euclydes, Rio de Janeiro, 15 ago. 1940.

LAERCIO, Diogenes. Os Sertões em Dinamarquês. Letras e Artes, Rio de Janeiro, 18 jul. 1948. Suplemento de A Manhã.

LAURIA, Marcio José. As Funções da Linguagem em “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1981. Suplemento Euclidiano— IV.

______ Um Novo “Os Sertões”. Minas Gerais. Suplemento Literário, Belo Horizonte, 18 jun. 1988.

______Obra Literária “Os Sertões”. Minas Gerais. Suplemento Literário, Belo Horizonte,  6 ago. 1977.

______“Os Sertões”, Hoje. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Par­do, 9 ago. 1988. Suplemento Euclidiano — XL, n.p. Opiniões sobre Os Sertões, colhidas com Adelino Brandão, ÁLvaro Ribei­ro de Oliveira Netto, Adriano Campanhole e Abguar Bastos.

______ Ensaios Euclidianos. Rio de Janeiro. Presença, 1987

LEITE, Dante Moreira. A Psicologia Social de “Os Sertões”. O Esta­do de 5. Paulo, São Paulo, 22 jan. 1966. Suplemento Literário, p.7.

LEITE, Octavio Pereira.  Trechos da Palestra Proferida Sobre “Os Sertões”. Correio Paulistano, São Paulo, 17 ago. 1939. p. 7.

LIMA, Jorge. À margem de Euclides. Publicado na revista luso-brasileira Atlântico. Lisboa, 1943.

 LIMA, Luiz Costa. Nos Sertões da Oculta Mimesis. In: _____ O Con­trole do Imaginário: razão e imaginário no Ocidente. São Pau­lo, Brasiliense, 1984. p. 201-41.

LINN, lrving. Os Sertões; a tradução americana de Samuel Putnam tornou esse livro acessível a um enorme público. Pensamento da América, Rio de Janeiro, maio, 1944. Suplemento Panamericano de A Manhã.

LIVROS e Trabalhos Esparsos do Autor de “Os Sertões”. A Tribu­na, Santos, 20 jan. 1966.

LIVROS NOVOS ____ Pedro A. Pinto — Os Sertões de Euclides da Cunha (vocabulá­rio e notas lexicológicas). Jornal do Commercio, Rio de Janei­ro, 19 fev. 1950.

______ Os Sertões de Euclides da Cunha. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 7 maio 1955. Sobre Euclides. Nota so­bre o aparecimento da 22ª ed. e de uma tradução para o dinamarquês.

LOUREIRO, Raul Cid. Os Sertões ou a Atualidade de Uma Epopéia. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 26 jan. 1966. 2 cad.

MACHADO FILHO, Aires da Mata.  O Romance de Canudos. Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 7 set. 1958. Letras e Artes. Traça um paralelo entre Os Ser­tões de E.C. e João Abade de João Felício dos Santos.

MAGALHÃES JUNIOR. Os 50 Anos de “Os Sertões”. Diário de Notcias, Rio de Janeiro, 21 dez. 1952. Seção 1.

MARINS, Francisco. A Aldeia Sagrada. 26. cd. São Paulo, Melhora­mentos, [1987]. Livro infanto-juvenil sobre o episó­dio de Canudos.

______. A Guerra de Canudos; ilustrações: Milton Rodrigues Alves. São Paulo, Ática, 1987. (O Cotidiano da História). Livro infanto-juvenil.

______ As Trilhas que Partem de “Os Sertões” e de Euclides da Cu­nha. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1980. Suplemento Euclidiano — III. Conferência pronunciada em São José do Rio Pardo, 14-8-79, no encerramento da Semana Eu­clidiana e na qualidade de presidente da Academia Paulista de Letras.

MAUL, Carlos. O Facundo e Os “Sertões”. Correio da Manhã, Rio de Janei­ro, 9 mar. 1939.

MEDEIROS, Paulo de. O Berço de “Os Sertões”. Correio Paulistano, São Paulo, 15 ago. 1930.

MELO, Dante de. Canudos, Ainda e Sempre. Correio do Povo, Porto  Alegre, 8, 15 ago. 1959.Crítica ao romance João Abade, de João Felício dos Santos, baseado em algumas citações de Euclides da Cunha extraídas de Canudos (Diário de Uma Expedição) e de Os Sertões.

_____ Recolocando a Verdade. Tréplica para-histórica. Rio de Janeiro, Biblioteca do Exército, 1961.

_____ A Verdade Sôbre “Os Sertões”; análise reivindicatória da Campanha de Canudos. Rio de Janeiro, Biblioteca do Exército, 1958.

MENDONÇA NETO. O que é “Os Sertões”?. Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 20 jan. 1966. Suplemento Literário.Edição Comemorativa.

MENESES, Bruno de. Os Sertões e Seu Cinquentenário. Revista da Academia Paraense de Letras, Belém, mar. 1953.

MENESES, Carlos. “A Espada e a Letra”: biografia intelectual. O Glo­bo, Rio de Janeiro, 19 set. 1983. Livros. Crítica à obra  Euclides: a espada e a letra, de Franklin de Oliveira.

MENEZES, Djacir. “Os Sertões” de Euclides da Cunha. In: Evolução do Pen­samento Literário no Brasil. Rio de Janeiro, Organização Si­mões, 1954.

MENEZES, Raimundo de. Como Euclides Escreveu Os Sertões. O Povo, Fortaleza, 22 e 23 jan. 1966. Suplemento em homenagem ao 38o  aniversário de O Povo e ao 1O  centenário de Euclides da Cunha.

MEYER, Augusto. Nota sobre Euclides da Cunha. In: Preto & Branco. Rio de Janeiro, Instituto Nacional do Livro, 1956.

MEYER, João Duque Estrada Um Repórter em Canudos (Os 80 anos de Os Sertões). Boletim da Associação Brasileira de Imprensa, Rio de Janeiro, nov./dez. 1982.

MIRANDA, Veiga. Euclides, Antes do “Sertões” [conferência reali­zada a convite do “Gremio Euclydes da Cunha”, de São José do Rio Pardo] .Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 3 set. 1933.

MONTEIRO, Mozart. Como se Vem Completando o que Faltava em Os Sertões Sobre a Campanha de Canudos. O Jornal, Rio de Ja­neiro, 14 jan. 1962. 3 cad. Comentário sobre Os Sertões e crítica à obra Expedições Militares Contra Canudos (seu as­pecto marcial), de Tristão de Alencar Araripe.

MONTELLO, Josué. Machado de Assis e a Gênese de “Os Sertões”. In: ____ Es­tampas Literárias. Rio de Janeiro, Organização Simões, 1956.

______.80 Anos de Os Sertões, Uma Epopéia Brasileira. Manchete, Rio de Janeiro, 21 ago. 1982.

______ A Origem de “Os Sertões”. In: _____ Santos de Casa; estudos literários. Fortaleza, Impr. Universitária do Ceará, 1966.(Coleção Carnaúba, 2). 

______ “Os Sertões”. Numa Sugestão Machadiana. Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 20 jan. 1966. Suplemento Literário. Edição comemorativa.

MONTENEGRO, Pedro Paulo. “Os Sertões” — obra de arte Literária. Clã , Fortaleza,, jun. 1966.

MORAES, Carlos Dante de.  Euclides da Cunha e Antonio Conselheiro. Correio do Povo, Porto Alegre, 4 jul. 1953; 11 jul. 1953.

MORAIS, Santos. Um Livro Sobre “Os Sertões”.Jornal do Commer­cio, Rio de Janeiro, 9 nov. 1960. 1 cad., Gazetilha Literária. Nota sobre o lançamento da obra História e Interpretação de “Os Sertões”, de Olímpio de Souza Andrade.

MOREIRA, Virgilio Moretzsohn. Caderneta de Euclides: aqui nasce­ram “Os Sertões”. O Globo, Rio de Janeiro, 2 set. 1979. 2o  cad., Livros. Crítica à obra Caderneta de Campo de Euclydes da Cunha, edição preparada por Olímpio de Souza Andrade.

MOURA, Clovis. Sôbre o Cinquentenánio de “Os Sertões”. Fundamentos, São Paulo, jun. 1952.

MUANIS, Jamil. Euclides da Cunha e Os Sertões, discurso de agrade­cimento. In: CARVALHO, Joaquim José Serpa de & MUANIS, Ja­mil. Recepção de Jamil Muanis na Academia Petropolitana de Letras. Petrópolis, 1963.

NAVARRO, Helio de Magalhães. A Origem d’Os Sertões. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 24-26 ago. 1955.

______ A Terra — O Homem — A Luta. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 28-30 dez. 1956; 4-9 jan. 1957.

NERY, Fernando. A Edição Ne Varietur d”’Os Sertões”. Revista do Gremio Euclides da Cunha, Rio de Janeiro, 17, 15 ago. 1932.

NEU, Sereth. “Os Sertões” em Francês. Arcádia, São Paulo, out. 1945.

NOVAES, José de Campos. Os Sertões (Campanha de Canudos). Re­vista do Centro de Ciências, Letras e Artes, Campinas, 31 jan. 1903.

OS 80 Anos de “Os Sertões” Comemorado com Lançamento. Jor­nalde Minas, Belo Horizonte, 27 nov. 1982. Livros. Co­mentários à obra Sertões, Luz & Trevas, com fotografias de Maureen Bisilliat e textos de E.C.

80 Anos de Os Sertões de Euclides da Cunha: 1902-1982. Ed. Come­morativa. Coordenação de Célio Pinheiro. São Paulo, Arquivo do Estado, 1982.

OLINTO, Antonio. “Os Sertões” no Cinema. O Globo, Rio de Janeiro, 20 fev. 1962. 2 cad.

OLIVEIRA, Emerson Ribeiro. O “Estouro da Boiada” (pesquisa à mar­gem de um texto de “Os Sertões”). In: BRANDÃO, Adelino (Ed.).Enciclopédia de Estudos Euclidianos... Jundiaí, Gráf. Ed. Jun­diá, 1982.

______A Linguagem Popular de “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1987. Suplemento Euclidiano —X.

OLIVEIRA, Franklin de. Afinal, o que é “Os Sertões”. Diário Ofi­cial do Estado de São Paulo, São Paulo, 18 dez. 1982. Caderno   Especial.

______ Os Sertões, Obra de Arte da Linguagem. In: _____ A Fantasia  Exata: ensaios de literatura e música. Rio de Janeiro, Zahar,  1959.

______ O Universo Verbal de “Os Sertões”. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 22 jan. 1966. Suplemento Literário.

OLIVEIRA, João Pereira. Notas à margem de um grande livro (Contribuição para o estudo de “Os Sertões” ). Rio de Janeiro, Imprensa do Exército, 1957.

OMEGNA, Nelson. Euclides da Cunha no Setuagésimo Aniversário de “Os Sertões”.

Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, abr./ jun. 1973.

OPERA Inspirada n”’Os Sertões”. Revista do Gremio Euclides da Cunha, Rio de Janeiro, 15 ago. 1939.

ORIGEM d’Os Sertões [por Francisco Venancio Filho] Revista do Gremío Euclides da Cunha, Rio de Janeiro, 15 ago.1932.

ORLANDI, José de Oliveira. O Autor d’Os Sertões . O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 20 out.1937.

PARANHOS, Ulisses.  Euclides e “Os Sertões”. Revista da Academia Paulista de Le­tras, São Paulo, nov. 1955.

PARECER da Comissão Subsidiária de História Sobre “Os Sertões”. Relator Affonso Celso Junior]. Revista Trimestral do Instituto Historico e Geografico Brazileiro, 3o , 4o trim. [1903]. Rio de    Janeiro, 1905.

PATI, Francisco. Como se Deve Ler “Os Sertões”. Folha da Manhã, São Paulo, 21 ago. 1938. Suplemento.

______A Primeira Edição de “Os Sertões”. Correio Paulistano, São Paulo, 28 nov. 1954. Seção 1.

______ Os Sertões, de Euclides da Cunha. Correio Paulistano, São Pau­ lo, 13 ago. 1939.

PAULA, Everton de. Da Antropologia à Denúncia, o Caminho Tor­tuoso n’Os Sertões. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Par­do, 9 ago. 1981. Suplemento Euclidiano — IV.

______A Nota Preliminar de ‘Os Sertões”. In: BRANDÃO, Adelino (Ed.). Enciclopédia de Estudos Euclídianos. .. Jundiaí, Gráf. Ed.Jundiá, 1982. v. 1.

Novas Observações Sobre a Arte de “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1983. Suplemento Euclidiano — VI.

______ A Precisão Vocabular em “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 8 ago. 1982. Suplemento Euclidiano —  V.

______ Os Sertões: “Onde a Realidade? Onde a Transfiguração?” Ga­zeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1985. Suple­mento Euclidiano — VIII.

______ Tendências Expressionistas e Impressionistas em “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1981. Suplemento Euclidiano — IV.

PEJXOTO, Afranio. Canudos. Ln: ____ Livro de Horas. Rio de Ja­neiro, Agir, 1947.

______ Três Prefácios de “Os Sertões”. A Tribuna, Santos, 20 jan. 1966.

PELA Quinquagésima Vez Prestou a Casa Euclidiana Homenagem à Memória do Autor de “Os Sertões”. Diário de 5. Paulo, São Pau­lo,17 ago. 1962. 2 cad.

PENHA,J. da. Um Livro. Gazeta de Noticias, Rio de Janeiro, 14 dez. 1902 ; 18 dez. 1902. Crítica a Os Sertões.

_____ _____ In: JUIZOS Criticos: Os Sertões (Campanha de Canudos) por Euclides da Cunha. (2.a  ed. corr.,1903). Rio de Janeiro,  Laemmert & Cia., 1904.

PEREGRINO, Umberto. Algumas Especiais Qualificações de “Os Sertões”. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, jan./mar. 1983.

______ Os “Sertões” Como História Militar. Rio de Janeiro, Bibliote­ca do Exército, 1956.  (Coleção Taunay).

______ Tosco Barracão Histórico. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro,16 ago. 1959. 2 cad.

Vocação de Euclides da Cunha (interpretação das suas expe­riências na carreira militar). Rio de Janeiro, [s.n.], 1946.

_____ ____ Rio de Janeiro, Ministério da Educação e Cultura, Serv.  De Documentação, 1955.

PEREGRINO JUNIOR.  Uma Grande Data da Literatura Brasileira; as homenagens de 5. José do Rio Pardo ao genial autor dos “Sertões”. O Cruzeiro, Rio de Janeiro, 16 ago. 1930.

PlANTA, Dante. “Os Sertões”, a Vingança Amarga de Euciides da Cunha. Diá­rio de Notícias, Porto Alegre, 20 abr. 1975. DN Cultura.

______ Os Sertões, Obra de Repórter e de Gênio. Diário de Notícias, Porto Alegre, 30 mar. 1975. DN Cultura.

PICANÇO, Macario de Lemos. Los Sertones.Jornal do Comercio, Rio de Janeiro, 1 out. 1938. Comentários sobre a dificul­dade que Benjamin de Garay teve para traduzir Os Sertões.

PICCHIO, Luciana Stegagno. De la Littérature du Sertão aux “Ser­tões” d’Euclides da Cunha In: _____ La Littérature Brésilien­ne. Traduit de l’italien par Luc François Granier. Paris, Presses  Universitaires de France, 1981. (Que sais-je?).

______ Euclides da Cunha e l’Epopea dei “Sertões”. In: _____ La Let­teratura Brasiliana. Firenze, Sansoni Academia, 1972. (Le Letterature dei Mondo, 42).

______ Euclides da Cunha si Epopeea “Sertões” — Ilor. In: _____ Lite­ratura Braziliana. Traducere, postfata si note de Marian Papahagi. Bucuresti, Ed. Univers, 1986.

PINHEIRO, Celio (Coord.). 80 Anos de “Os sertões” de Euclides da Cunha. Ed. comemorativa. São Paulo. Arquivo do Estado, 1982.

______  “Temores Vãos” e Os Sertões. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1985. Suplemento Euclidiano — VIII.

PINHEIRO, Péricles da Silva. O Repórter do “Estado” em Canudos.O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 22 jan. 1966. Suplemento Li­terário.

PINTO, Pedro Augusto. Brasileirismos e Supostos Brasileírismos, de “Os Sertões” de Euclides da Cunha. Rio de Janeiro, Tip. S. Benedito, 1931.

______ Dicionário de “Os Sertões” [por] Paulo Terencio, pseud. O Jor­nal, Rio de Janeiro, 24 jun. 1928. Seção 2; 8 jul. 1928. Se­ção 2; 22 jul. 1928. Seção 2; 5 ago. 1928. Seção 2.

______ Os Sertões de Euclides da Cunha; vocabulário e notas lexico­lógicas. Rio de Janeiro, F. Alves, 1930.

______ Vocabulário de Os Sertões; notas para a 2a edição. Euclides, Rio de Janeiro, 15 ago. 1940.

PONTES, Carlos.  O Drama do Conselheiro. Correio da Manhã, Rio de Janeiro,13 dez. 1942. 1 cad.

PONTES, Eloy.  Plagiado na França “Os Sertões” de Euclides. O Globo, Rio de Janeiro, 24 nov. 1952.

PORQUE Euclides da Cunha Escreveu “Os Sertões”. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 15 ago. 1954.

PROENÇA, Manuel Cavalcanti. Do Sertão à Pancada do Mar. Diário de Notícias, Rio deJaneiro, 20 jan. 1966. Suplemento Literário.

______ O Monstruoso Anfiteatro. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 22 jan. 1966. Suplemento Literário. Conferência realizada na União Brasileira de Escritores sob o patrocínio do Centro Eu­clidiano de São Paulo, em 20 de janeiro de 1966.

______ Os Sertões. In: _____ Estudos Literários. Pref. Antônio Houaiss. Rio de Janeiro, J. Olympio, 1971.  (Coleção Documen­tos Brasileiros, 147).

RANGEL, Alberto. Folheando “Os Sertões”. Revista do Gremio Euclides da Cu­nha, Rio de Janeiro, 15 ago. 1932.

REGO, José Lins do. Os Sertões em Inglês. A Manhã, Rio de Janeiro, 9 fev. 1944. Analisa o escritor E.C., quando do lançamento da tradu­ção de Os Sertões em inglês.

REIS, Antonio Simões dos. “Canudos” Versus “Os Sertões’. Boletim de Ariel, Rio de Ja­neiro,  set. 1938.

REVELAÇÕES Históricas Sobre “Os Sertões”; resultados de pesqui­sas feitas pelo professor José Calasans. A Tarde, Salvador, 9 abr. 1953.

RIBEIRO NETO, Oliveira. O Nascimento de “Os Sertões”. Revista da Academia Paulista de Letras, São Paulo, jun.1967.

RIZZINI, Carlos. Os Causadores de “Os Sertões”. Diário de 5. Paulo, São Paulo, 17 ago. 1962. 1 cad.

RODRIGUES, António da Gama. Euclides da Cunha e Os Sertões. A Época, São Paulo, 23, 24  dez. 1952. 1 cad.

Porque Euclides da Cunha Escreveu “Os Sertões”?. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, São Paulo.

RODRIGUES, José Albertino R. Os Sertões Depois de Cinquenta Anos. Sociologia, São Paulo, out. 1952.

ROMANCEADA a Epopéia de Canudos. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 12 ago. 1958.

ROMEIRO NETO, Mateus M. O Coronel Moreira César e Euclides da Cunha. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1983. Suplemento Euclídiano — VI.

ROQUETTE PINTO, E. Ensaio Sobre “Os Sertões”. Gazeta de Notí­cias, Rio de Janeiro, 27 jan. 1946. Suplemento Ciências, Artes e Letras.

______Ensaios sobre “O Sertões”. Discurso na Academia Brasileira de Letras em sessão comemorativa do 20O  aniversário da morte de Euclides da Cunha. Revista da Academia Brasileira de Letras. Rio de Janeiro, set. 1929.

SANTOS, Daury da Silveira. Toponomia Indigenista nos “Os Ser­tões” de Euclides da Cunha. Recife, Ed. Universitária UFPE, 1983.

SANTOS, J. dos [pseud.] Euclides da Cunha — Os Sertões. A Noticia, Rio de Janeiro, 12 dez. 1902. Crônica Literária.

_____ _____ In: JUIZOS Criticos: Os Sertões (Campanha de Canudos) por Euclides da Cunha (2. cd. corr.—1903). Rio de Janeiro, Laemmert, 1904.

SCHMIDT, Augusto Frederico. “Os Sertões”. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 9 dez. 1952. 1 cad.

SCHULER, Donaldo. “Os Sertões” — uma visão antitética da reali­dade. In: CESAR, Guilhermino; SCHULER, Donaldo; CHAVES, Flavio Loureiro. Euclides da Cunha. Porto Alegre, UFRGS. Fac.de Filosofia, 1966.

SENA, Homero. Radiografia de “Os Sertões”. Correio da Manhã, Rio de Janei­ro, 19 nov. 1960. 1 cad.

SENA, Jorge de. Os Sertões e a Epopéia no Século XIX. O Estado de S.Paulo, São Paulo, 31 ago. 1963. Suplemento Literário.

“OS SERTÕES”. Boletim de Anel, Rio de Janeiro, set.  1933.

OS SERTÕES. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, fev./mar. 1939. Suplemento Mensal. A respeito da trad. de Benjamin de Ga­ray para o espanhol, palavras do prof. americano J.C. Nelson.

“OS SERTÕES”, a Grande Obra de Euclides da Cunha. O Globo, Rio de Janeiro, 17 dez. 1972. Globo Domingo. Documento.

“OS SERTÕES”, de Novo Para o Público Argentino. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 25 jan. 1983. Comenta o aparecimento da edição argentina, de 1982, de Os Sertões, com apresentação do escritor Juan Carlos Ghiano.

“OS SERTÕES” e a Crítica Norteamericana. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 25 out. 1956.

“OS SERTÕES” e “O Estado”. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 13  dez. 1952.

______ Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 1-6 nov. 1958.

OS SERTÕES em Inglês. A Manhã, Rio de Janeiro, 8 fev. 1944. Noticia que o New York Times publicara um artigo de EricoVerissimo analisando a tradução de Os Sertões para o inglês.

“OS SERTÕES” por Conjunto de Dança. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 26 out. 1967.

SERTÕES Secos e Canaã Imóvel. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 12 dez. 1952. 1 cad.

______ Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 10 maio 1955.

“OS SERTÕES” Segundo Samuel Putnam. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 1, 3 dez. 1957. Repro­duz trecho do livro Marvelous Journey de Samuel Putnam.

SILVA, Célia Mariana Franchi F. da. Apresentação de Os Sertões. Re­vista Paulista de Medicina, São Paulo, v. 97, abr./jun. 1981. Su­plemento Cultural n. 8.

______ Atualidade de Os Sertões. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1984. Suplemento Euclidiano — VII.

______ Um Excerto de Os Sertões. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 8 ago. 1982. Suplemento Euclidiano — V. Os articulistas analisam o trecho inicial do capítulo: Nova Fase da Luta.

SILVA, Dalvaro da. Euclides Fora de “Os Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1983. Suplemento Euclidiano — VI.

______ Os Sertões e Canaã — Estudo Comparativo: Euclides da Cunha e Graça Aranha. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo,9 ago. 1980. Suplemento Euclidiano — III.

SILVA, De Castro & SILVA, Célia Mariana F.F. da. Considerações (Infelizmente) Atuais Sobre o Discurso Político de Os Sertões. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1989. Suplemento Eucli­diano — XII.

______ “E o Sertão é um Paraíso...” Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1988. Suplemento Euclidiano — XI.

______ Nos Sertões da Oculta Mimesis. Gazeta do Rio Pardo, São Jo­sé do Rio Pardo, 9 ago. 1985. Suplemento Euclidiano — VIII. Sobre ensaio acerca de E.C. constante da obra O Contrôle do Imaginário, de Luiz Costa Lima.

SILVA NETO. Ainda Euclides da Cunha (Canudos). Gazeta de Noti­cias, Rio de Janeiro, 19 fev. 1939. Sobre o lançamento da obra póstuma de E.C., Canudos (Diário de Uma Expedição).

SILVEIRA, Alcantara. Sobre Euclides. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 14 out. 1961. Suplemento Literário. Crítica à obra História e Interpretação de “Os Sertões”, de Olímpio de Souza Andrade.

SMITH, Carleton Sprague. Livros Brasileiros em Inglês. Anuario Bra­sileiro de Literatura, 1943-1944, Rio de Janeiro, [1945?].Tece comentários sobre a tradução de Os Sertões, de Samuel Putnam.

SODRE, Nelson Werneck. Os Sertões. Correio Paulistano, São Paulo, 14 nov. 1952. Vi­da Literária.

SOMBRA, Severino. À Margem de “Qs Sertões”: Monte Santo. O Es­pelho, Rio de Janeiro,  nov. 1935.

SOUZA, Julio Cesar de Mello e. A Matemática e “Os Sertões”. Anuá­rio Brasileiro de Literatura, Rio de Janeiro, 1939.

SQUEFF, Enio. A Aventura de Traduzir “Os Sertões” Para o Dina­marquês. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 18 set. 1977.

______ Um Mistério de 80 Anos. Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo, 18 dez. 1982. Caderno Especial.

______ Na Dura Trilha dos Sertões. Folha de S. Paulo, São Paulo, 18 set. 1983. Crítica à obra Euclides: a espada e a letra, de Franklin de Oliveira.

______ A Ópera Perdida dos “Sertões”. Gazeta do Rio Pardo, São Jo­sé do Rio Pardo, 9 ago. 1980. Suplemento Euclidiano — III.

______ Para o Autor de “Os Sertões”, Dois Dias de Homenagens. Folha de 5. Paulo, São Paulo, 13 ago. 1982.

______ Os “Sertões” Além da Forma e da História Oficial. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 21 ago. 1977.

______.Viagem em Torno de “Os Sertões”. O Estado de 5. Paulo, São Paulo, 26 abr. 1975. Suplemento do Centenário.

STELLA, Jorge Bertolaso. Antonio Conselheiro, o Místico de “Os Ser­tões”. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São Pau­lo, São Paulo, 1970.

SYLOS, Geraldo de Carvalho. SãoJosé do Rio Pardo e “Os Sertões”. Folha da Manhã, São Paulo, 14 ago. 1940.

TEIXEIRA, Mucio.  Os Sertões. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 24 mar. 1903. Ed. da Tarde.

_____ _____ In: JUIZOS Criticos: Os Sertões (Campanha de Canudos) por Euclides da Cunha (2. ed. corr.1903). Rio de Janeiro,   Laemmert, 1904.

TREVISAN, Amélia Franzolin.  “Os Sertões”, História da Campanha de Canudos. In: BRAN­DÃO, Adelino (Ed.). Enciclopédia de Estudos Euclidianos... Jun­diaí, Gráf. Ed. Jundiá, 1982. v. 1.

VALENTE, Waldemar. Antônio Conselheiro e o Sebastianismo de Ca­nudos. In: — Misticismo e Região (aspectos do sebastianis­mo nordestino). Recife, 1963.

VANUCHI, Ivo. Atualidade de Os Sertões. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 9 ago. 1980. Suplemento Euclidiano — III.

______ Porque Ler Os Sertões Ainda Hoje; Os Sertões, 80 anos depois. Gazeta do Rio Pardo, São José do Rio Pardo, 8 ago. 1982. Suplemento Euclidiano — V.

______ Tipos Étnicos e Sociais de “Os Sertões”. In: BRANDÃO, Adeli­no (Ed.). Enciclopédia de Estudos Euclidianos. Jundiaí, Gráf. Ed. Jundiá, 1982. v. 1.

VARGAS LLOSA, Mano. A Guerra do Fim do Mundo. Trad. de Remy Gorga Filho. 17. cd. Rio de Janeiro, F. Alves, 1990. Neste romance, E.C. é referido como “o jornalista míope que resgata a experiência de Canudos”. O autor oferece a obra a “Eu­clides da Cunha no outro mundo”.

 ______ La Guerre de ia Fin du Monde. Trad. de l’espagnol par Albert Bensoussan. Paris, Gallimard, 1987. (Collection Folio).

VELLOSO, Natércia Cunha. Ao Autor de Os Sertões [poesia]. Diário de Notícias, Porto Alegre, 16 jan. 1966. 2 cad.

VENANCIO FILHO, Francisco. Bibliografia de “Os Sertões”. Dom Casmurro, Rio de Janeiro, maio 1946. Número especial.

______  Biografia de Os Sertões. Autores e Livros, Rio de Janeiro, ago. 1942. Suplemento Literário de A Manhã.

______ Os Sertões. Dom Casmurro, Rio de Janeiro, maio 1946. Número especial.

______ [Os Sertões]. Ilustração Brasileira, Rio de Janeiro,  jan. 1943. Sobre os 40 anos de Os Sertões.

______ Os Sertões. O Imparcial, Rio de Janeiro, 20 jan. 1929.

______ Os Sertões. Revista Brasileira, Rio de Janeiro, out. 1944.

______ A Significação Nacional e a Repercussão Internacional d’Os Ser­tões. Revista do Instituto Brasil-Estados Unidos, Rio de Janeiro, set. 1944.

VENTURA, Roberto. A Nossa Vendéia: Canudos, o mito da Revolu­ção Francesa e a formação da identidade cultural no Brasil (1897-1902). Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo, 1990.

A VERDADE Sobre “Os Sertões” (análise reivindicatória da Campa­nha de Canudos). Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 12 abr. 1958. 1 cad., Um Passeio pelos Livros. Crítica à obra do mesmo título, de Dante de Melo.

VERISSIMO, José. Uma História dos Sertões e da Campanha de Canudos. Autorese Livros, Rio de Janeiro, 23 ago. 1942. Suple­mento Literário de A Manhã. Suprime alguns trechos.

_____ _____ In: JUIZOS Criticos: “Os Sertões” (Campanha de Canu­dos) por Euclides da Cunha. (2. ed. corr.—1903). Rio de Janeiro, Laemmert, 1904.

VIANA, Gonçalves. O Cronista de Canudos. Correio do Povo, Porto Alegre, 18 ago. 1959.

VIANA FILHO, Luís. À margem de “Os Sertões”. Edição conjunta com a União Baiana de Escritores. Salvador, Livraria Progresso editora, 1960.

XAVIER, Livio de. Canudos. Euclides, Rio de Janeiro,15 ago. 1940.

XISTO, D. A Casa de “Os Sertões”. Fon-Fon!, Rio deJaneiro, 15 nov. 1924.

 
Home Topo Voltar
 
Copyright 2007 Academia Brasileira de Letras. Todos os direitos reservados.